terça-feira, 20 de setembro de 2011

Resultado: Seleção para resenhistas.

Enfim chegou a hora de divulgar o resultado.
Os candidatos eram muito bons e a escolha foi muito difícil, mas por enquanto os escolhidos são apenas quatro.
Só queria esclarecer que quem não foi selecionado dessa vez, pode ter outra chance, caso os escolhidos não correspondam às expectativas.

Selecionados para o novo Blog:


Gleice Couto - @gleicepcouto 
Bianca Branco - @hellostar 
Natan Manfrin - @neitanmanfrin  
Leonardo da Vinci Figueiredo - @meninodasletras 

Também continua conosco:  Vinícius Dill Soares - @garotodasletras 

Mais detalhes sobre os colaboradores em breve, no lançamento do novo Blog.


segunda-feira, 27 de junho de 2011

[Encerrado] Quer fazer parte da nossa Equipe? Então essa é sua chance!

Gosta de escrever resenhas? Já tem alguma experiência em design de Sites/Blogs? Então venha colaborar com nossa equipe!
Como já havia adiantado no Twitter, estamos fazendo uma seleção para novos resenhistas aqui no Blog. Quero o Blog muito bem atualizado, e para isso precisamos de um grande número de pessoas em nossa equipe.
Com a nova equipe, o Blog terá condições de crescer em proporções muito maiores, presumo que logo no primeiro mês, com os novos colaboradores, o Blog já terá de 500 mil a 1 milhão de visitas mensais, e isso tende a crescer ainda mais. Muito mais!
Lembrando que o que nós precisamos é de colaboradores, ou seja, é uma atividade não remunerada. Porém todos os resenhistas terão seus blogs (caso tenham um) divulgados na página "Equipe", e também terão o direito de publicar seu escritos (poesias, crônicas, contos, etc) no Blog, e como firmaremos muitas parcerias com editoras, eles terão visibilidade e muito mais chances de terem seus escritos impressos.
E claro que essa em toda essa renovação também está incluído um novo design para o Blog, se você é Designer e puder colaborar, terá seu nome amplamente divulgado, aqui e no Twitter.

Os interessados devem mandar um e-mail para literatuitando@hotmail.com até 07/07 juntamente com uma ou mais resenhas de sua autoria. (No caso dos designers, mandar e-mail pedindo mais informações).
 
Não percam essa chance, boas resenhas e Boa Sorte a todos!

Resultado em breve

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Rosa de Hiroshima | Vinicius de Moraes

Pensem nas crianças
Mudas telepáticas
Pensem nas meninas
Cegas inexatas
Pensem nas mulheres
Rotas alteradas
Pensem nas feridas
Como rosas cálidas
Mas, oh, não se esqueçam
Da rosa da rosa
Da rosa de Hiroshima
A rosa hereditária
A rosa radioativa
Estúpida e inválida
A rosa com cirrose
A anti-rosa atômica
Sem cor sem perfume
Sem rosa, sem nada


(Vinicius de Moraes)


Nesse dia em que estamos todos consternados com a tragédia na escola no Realengo, prestamos nossa singela homenagem a todas as vítimas e familiares, com a publicação  desse poema escrito pelo Poetinha, para lembrar do episódio das bombas nucleares em Hiroshima e Nagazaki, no Japão, durante a Segunda Guerra Mundial. O cenário não é o mesmo, mas a dor da perda e o sentimento de comoção é igual, ou até mesmo maior. 

domingo, 3 de abril de 2011

Caça-palavras premiado | Dan Brown, Harry Potter e Percy Jackson

Olá pessoal, como já avisei no Twitter, hoje teremos um caça-palavras premiado.
Para participar é muito simples, no caça-palavras estão 11 nomes de vários personagens e afins dos livros da saga Harry Potter, eu vou listar os nomes e a unica coisa que vocês terão que fazer é me dizer se os nomes estão na vertical ou horizontal. Pode colocar só H ou V pra ser mais rápido (H = Horizontal e V = Vertical), mais a Tag #DarkWriterBr no final.


Exemplo: Severo Snape H #DarkWriterBr
ou então: Severo Snape Horizontal #DarkWriterBr


Tuitem da forma que acharem melhor, mas tem que ser um nome em cada tweet, e no final é obrigatório colocar a Tag #DarkWriterBr. Caso contrário será desclassificado. Quando achar todas as palavras manda um tweet com a Tag #Terminei e eu vou conferir.

O primeiro a terminar poderá escolher qualquer um dos livros de Dan Brown, ou das séries Harry Potter e Percy Jackson.

Muito fácil né? Basta seguir o exemplo, vou listar os nomes abaixo e vocês só me dizem se estão na vertical ou horizontal mandando um tweet para @Literatuitando.

Severo Snape
Dumbledore
Lord Voldemort
Hermione Granger
Harry Potter
Draco Malfoy
Pirraça
Dobby
Rony Weasley
Hagrid
Lumus 


Agora basta Mandar reply dizendo se as palavras estão na horizontal ou vertical, não se esqueçam da Tag #DarkWriterBr no final. Vamos lá!


Encerrado
Vejam as respostas abaixo:


A Vencedora foi @rzambe Confiram na imagem abaixo:



quarta-feira, 30 de março de 2011

Texto de Caio Fernando Abreu


Tenho trabalhado tanto, mas sempre penso em você. Mais de tardezinha que de manhã, mais naqueles dias que parecem poeira assenta e com mais força quando a noite avança. Não são pensamentos escuros, embora noturnos…
Sabe, eu me perguntava até que ponto você era aquilo que eu via em você ou apenas aquilo que eu queria ver em você. Eu queria saber até que ponto você não era apenas uma projeção daquilo que eu sentia, e se era assim, até quando eu conseguiria ver em você todas essas coisas que me fascinavam e que no fundo, sempre no fundo, talvez nem fossem suas, mas minhas, e pensava que amar era só conseguir ver, e desamar era não mais conseguir ver, entende?
Eu quis tanto ser a tua paz, quis tanto que você fosse o meu encontro. Quis tanto dar, tanto receber. Quis precisar, sem exigências. E sem solicitações, aceitar o que me era dado. Sem ir além, compreende? Não queria pedir mais do que você tinha, assim como eu não daria mais do que dispunha, por limitação humana. Mas o que tinha, era seu.
Mas se você tivesse ficado, teria sido diferente? 
Melhor interromper o processo em meio: quando se conhece o fim, quando se sabe que doerá muito mais — por que ir em frente?
Não há sentido: melhor escapar deixando uma lembrança qualquer, lenço esquecido numa gaveta, camisa jogada na cadeira, uma fotografia — qualquer coisa que depois de muito tempo a gente possa olhar e sorrir, mesmo sem saber por quê. Melhor do que não sobrar nada, e que esse nada seja áspero como um tempo perdido.
Tinha terminado, então. Porque a gente, alguma coisa dentro da gente, sempre sabe exatamente quando termina.
Mas de tudo isso, me ficaram coisas tão boas. Uma lembrança boa de você, uma vontade de cuidar melhor de mim, de ser melhor para mim e para os outros. De não morrer, de não sufocar, de continuar sentindo encantamento por alguma outra pessoa que o futuro trará, porque sempre traz, e então não repetir nenhum comportamento. Ser novo.
Mesmo que a gente se perca, não importa. Que tenha se transformado em passado antes de virar futuro. Mas que seja bom o que vier, para você, para mim. Te escrevo, enfim, me ocorre agora, porque nem você nem eu somos descartáveis.
. . . E eu acho que é por isso que te escrevo, para cuidar de ti, para cuidar de mim – para não querer, violentamente não querer de maneira alguma ficar na sua memória, seu coração, sua cabeça, como uma sombra escura.
(Retirado do livro "Pequenas Epifanias") 

quarta-feira, 23 de março de 2011

Medo???



Quanto mais o tempo passa, menos conheço o ser humano.
E a certeza que ficará ainda pior daqui alguns anos ainda me assusta.
Quando acho que não posso mais me surpreender.
Eis que surge uma novidade. Um fato. Um detalhe.
O que mais você tem medo???
Eu tinha medo de coisa de outro mundo, mas hoje eu tenho medo de gente.
Gente que sorri de um jeito e pensa de outro.
Gente que te olha nos olhos docemente e dá grandes gargalhadas por dentro.
Gente que fala uma coisa e faz outra.
Gente que veste uma máscara de bondade e sorrateiramente leva seus dias de paz embora.
Tenho muito medo disso.
E mais medo ainda de saber que um dia alguém assim esteve perto.
Medo de gente faz a gente se conhecer melhor.
Faz a gente não importar mais com as palavras que a pessoa diz.
Mas ficar esperando o que ela faz.
E por mais que não saibamos o que ela faz. Um dia as histórias aparecem.
E aí que vamos descobrindo os detalhes que a compõem.
As doces mentiras. 
Que de tão doces, quase são verdades.
E a gente está tão obcecada, que qualquer sorriso bem dado nos comove.
Por isso continuo fincada com os pés no chão.
Já que pretendo passar por muito tempo por aqui, o melhor é me acostumar com elas.
Medo de gente....
Quem diria que um dia eu ia ter...
Devem ser os ares desses novos tempos, fazer o quê?!!

sexta-feira, 18 de março de 2011

Os Livros mais Vendidos da História

Saber exatamente quais foram os livros mais vendidos de todos os tempos é muito difícil, quase impossível na verdade (muito dizem que é de fato impossível). Mas gostei muito dessa lista feita pelo blog do Kedj e confesso que me surpreendi com o 1º lugar. Leia abaixo.

Os livros mais vendidos da historia... Realmente, é essa a idéia do post, entretanto, de certa forma muitos deles todos já sabem, como por exemplo a Biblia Sagrada no primeiro lugar absoluto dessa lista. Entretanto, nunca vi ninguém ir até a biblioteca para pegar uma bíblia, pois espera-se que as pessoas tenham uma em casa. Geralmente, as pessoas vão as bibliotecas para pegar um livro de historia, romance, ficção, fantasia... E é justamente sobre esses que irei falar nesse post:



10° - O Código da Vinci (Dan Brown) - 2003 - 80 milhões de cópias


O Código Da Vinci causou polêmica ao questionar a divindade de Jesus Cristo. A maior parte do livro desenrola-se a partir do assassinato de Jacques Saunière, curador do museu do Louvre. Robert Langdon, Sophie Neveu e Leigh Teabing vivem várias aventuras ao tentar desvendar códigos que deem resposta aos enigmas que Jacques Saunière deixou antes de morrer.












09° - O pequeno Principe (Antoine de Saint-Exupéry) - 1943 - 80 milhões de cópias
O Pequeno Príncipe, é um romance. A princípio, aparentando ser um livro para crianças, tem um grande teor poético e filosófico. Também se trata da terceira obra literária mais traduzida no mundo, tendo sido publicado em 160 línguas ou dialetos.















08° - Ela, a Feiticeira (Henry Rider Haggar) - 1887 - 83 milhões de cópias 
O livro narra as aventuras Leo Vincey e Horace Holly a uma região inexplorada da África, aonde eles encontram uma civilização obediente a uma misteriosa feiticeira chamada Ela.
















07° - O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa (C.S. Lewis) - 1950 - 85 milhões de cópias
Neste livro são narradas as aventuras dos quatro irmãos Pevensie: Pedro, Susana, Edmundo e Lúcia, que fugindo dos bombardeios a Londres durante a II Guerra Mundial, vão até a casa de um professor que morava no campo. Lá encontram, dentro de um guarda-roupa, uma passagem que liga nosso mundo ao mundo de Nárnia.














06° - O Sonho da Câmara Vermelha (Cao Xueqin) - Século XVIII - 100 milhões de cópias

O tema principal gira em torno de um triângulo amoroso entre a personagem principal, Jia Baoyu, que ama seu primo adoentado Lin Daiyu, porém está predestinada a se casar com outro primo, Xue Baochai. Este triângulo amoroso tem como pano de fundo o declínio do clã (família) Jia, cujos antepassados foram feitos duques, e no início do romance, este clã está entre as mais ilustres famílias na capital.












05° - O Hobbit (J.R.R. Tolkien) - 1937 - 100 milhões de cópias
O Hobbit conta a história de um hobbit chamado Bilbo Bolseiro, que nunca pensara em sair de sua toca grande e confortável, até ser apanhado de surpresa por um mago chamado Gandalf e 13 anões (Dwalin, Balin, Kili, Fili, Dori, Nori, Ori, Oin, Gloin, Bifur, Bofur, Bombur e Thorin Escudo-de-Carvalho). Estes queriam recuperar os seus tesouros que tinham sido roubados por um dragão chamado Smaug. Assim, eles saem em busca da Montanha Solitária com o objetivo de recuperar o que lhes pertence, vivendo muitas aventuras durante todo caminho, que envolvem aranhas gigantes, elfos, trolls e outros seres fantásticos.









04° - O Caso dos Dez Negrinhos (Agatha Christie) - 1939 - 100 milhões de cópias
A história passa-se numa ilha deserta situada na costa de Devon, sendo que ela é narrada totalmente na terceira pessoa e descreve a vivência de dez estranhos (entre si) que foram atraídos para a mansão da ilha por um misterioso homem e sua esposa, que têm as mesmas iniciais: U. N. Owen. Um por um deles parece estar relacionado a algum assassinato e começam a morrer...













03° - Harry Potter e a Pedra Filosofal (J.K. Rowling) - 1997 - 120 milhões de cópias
A história começa com uma espécie de caos organizado no mundo, quando pessoas começam a sair a caminhar pelas ruas com roupas estranhas e corujas não param de voar pelo céu, fatos que ganham o espaço nos jornais, na televisão e nas rádios. Porém, o que as pessoas não sabiam era que esses estranhos eram nada mais nada menos que bruxos e bruxas, festejando a queda de um grande bruxo das trevas, Lord Voldemort, e as corujas eram usadas para levar cartas de um bruxo para o outro.










02° - O senhor dos Anéis (J.R.R. Tolkien) - 1955 - 150 milhões de cópias
A história de O Senhor dos Aneis ocorre em um tempo e espaço imaginários, a Terceira Era da Terra Média, que é um mundo inspirado na Terra real, mais especificamente, segundo Tolkien, numa Europa mitológica, habitado por Humanos e por outras raças humanóides: Elfos, Anões e Orcs. Tolkien deu o nome a esse lugar a palavra do inglês moderno, Middle-earth (Terra-Média), derivado do inglês antigo, Middangeard, o reino onde humanos vivem na mitologia Nórdica e Germânica. O próprio Tolkien disse que pretendia ambientá-la na nossa Terra, aproximadamente 6000 anos atrás, embora a correspondência com a geografia e a história do mundo real fosse frágil.









01 - Um Conto de Duas Cidades (Charles Dickens) - 1859 - 200 milhões de cópias
"Um Conto de Duas Cidades" narra a estória dos Manette, uma família nobre francesa, que como muitas outras, se exilou na Inglaterra antes da Revolução Francesa. Os acontecimentos se desenrolam simultaneamente em Londres e Paris, contando a vida dessa família e as peripécias da Revolução e seus antecedentes, incluindo o sentimento de vingança que se apossou da população pobre da França.













Obs: Por falta de informações confiáveis, ficaram de fora da lista títulos como Drácula, Don Quixote, Os Três Mosqueteiros, Robinson Crusoé, Ramayana, Mahabharata, O Peregrino, A Divina Comédia, além de toda a obra de Shakespeare.

E aí? se surpreenderam com o 1º lugar?


terça-feira, 15 de março de 2011

Ser feliz | Augusto Cury


Ser feliz é sentir o sabor da água, a brisa no rosto, o cheiro da terra molhada. É extrair das pequenas coisas grandes emoções. É encontrar todos os dias motivos para sorrir, mesmo se não existirem grandes fatos. É rir de suas próprias tolices. É não desistir de quem se ama, mesmo se houver decepções. É ter amigos para repartir as lágrimas e dividir as alegrias. É ser um amigo do dia e um amante do sono. É agradecer a Deus pelo espetáculo da vida...
(Augusto Cury)

domingo, 13 de março de 2011

Da Paixão que Volta | Vinícius Dill Soares

Acostumo
com a despedida
se fora, sofrida
assumo

Sem rumo
jaz, caída
desiludida
a prumo

Presumo
um dia, arrependida
decidida
reassumo

Resumo
soar, subentendida
retrocedida ...
desarrumo

(Vinícius Dill Soares)


sábado, 12 de março de 2011

Lindo Trecho de "O Pequeno Príncipe"


"Tu não és para mim senão uma pessoa inteiramente igual a cem mil outras pessoas. E eu não tenho necessidade de ti. E tu não tens necessidade de mim. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim o único no mundo. E eu serei para ti única no mundo."
(O Pequeno Príncipe)

sexta-feira, 11 de março de 2011

Promoção: @Literatuitando e @MeuAmigoPoeta levam Fernando Pessoa até sua casa!


Uma coleção exclusiva de obras de um dos maiores poetas da Língua Portuguesa pode ser sua, e é muito fácil participar!



Dono de uma rica obra poética, dividida em vários heterônimos, sendo que os mais conhecidos são Álvaro de Campos, Alberto Caeiro e Ricardo Reis. Mas por que será que ele se dividiu em tantos? Fernando Pessoa procurou reproduzir em sua literatura algumas questões que o perseguiram durante a sua vida, como por exemplo, o desdobramento do “eu” e a multiplicação de identidades. Ao construir heterônimos tão diferentes e de altíssimo nível literário, ele só prova o quanto é genial; é tanto talento que não cabe em uma pessoa só.


Diante desse gênio de nossa literatura, nada mais justo que fazer uma promoção em que o prêmio é essa Caixa Especial com CINCO livros de Pessoa!

Os livros são: Poesias | Mensagem | Odes de Ricardo Reis | Poemas de Alberto Caeiro | Poemas de Álvaro de Campos

Mas como eu participo então?

É simples: basta seguir os perfis no twitter: @Literatuitando@MeuAmigoPoeta (blog de poesias), retwittar os tweets que contenham o seguinte link http://migre.me/41Uzp e cruzar os dedos: o sorteio será feito através do site sorteie.me no dia 25 de março e divulgado nesses perfis no twitter. Se você gosta de poesias, não vai querer ficar de fora dessa, não é?


“Como todos os grandes apaixonados, gosto da delícia da perda de mim, em que o gozo da entrega se sofre inteiramente. E, assim, muitas vezes, escrevo sem querer pensar, num devaneio externo, deixando que as palavras me façam festas, criança menina ao colo delas. São frases sem sentido, decorrendo mórbidas, numa fluidez de água sentida, esquecer-se de ribeiro em que as ondas se misturam e indefinem, tornando-se sempre outras, sucedendo a si mesmas. Assim as ideias, as imagens, trêmulas de expressão, passam por mim em cortejos sonoros de sedas esbatidas, onde um luar de ideia bruxuleia, malhado e confuso.”
(Fernando Pessoa)


Promoção  Encerrada


 A vencedora foi @lorraineamorim - Confiram: http://sorteie.me/1GKn3L

quinta-feira, 10 de março de 2011

Projeto DarkWriterBr completa 1 ano e quem ganha é você!

Se você é fã de livros do gênero fantasia/ficção não pode deixar de ler a história de Mary Prince.
O livro  já conquistou milhares de fãs e com certeza vai te conquistar também!
A personagem principal da história é Mary Prince, uma linda garota londrina de 16 anos que durante o que parecia ser uma simples viagem para o interior da Inglaterra, vê sua vida se transformar em um turbilhão de bizarrices infernais.
Os lugares sombrios, as criaturas medonhas e o perigo constante vão te arrepiar e te prender de um modo que nenhuma outra história fez!

E olha só que inusitado, o título da história quem vai escolher somos nós, leitores de DarkWriterBr, super legal né? Eu nunca tive a oportunidade de acompanhar a criação de um livro tão de pertinho assim e estou achando o máximo!

Lembrando que o convite é para acompanhar a criação do livro, o livro ainda não teve uma revisão como a de grandes editoras, mas isso é só um detalhe que não 
influencia em nada na leitura.
Para fazer o download dos 3 primeiros capítulos clique nos links abaixo:

Capítulo 1 - A luz na estrada
Capítulo 2 - Criaturas medonhas
Capítulo 3 - O pedido da senhora

Para fazer o download dos outros capítulos e saber mais sobre a criação do livro basta entrar na comunidade DarkWriterBr clicando aqui.
Garanto que a galera de lá é show!

E para participar da nossa promoção de sagas, basta seguir o perfis @Literatuitando, @DarkWriterBr e retuitar as mensagens que contenham esse link: http://migre.me/41v7y
O sorteio será feito pelo site sorteie.me no dia 31,
e dessa vez serão 2 vencedores, que poderão escolher qualquer um dos livros das 3 maiores sagas de todos os tempos:
Harry Potter, Percy Jackson e Twilight!
Vai ficar de fora dessa? Corre pro twitter retuitar as mensagens já! Boa sorte.













Promoção encerrada
Vencedor(as) @aninha_daantas e @LarissaTesti - Confiram: http://sorteie.me/1Hh61g



segunda-feira, 7 de março de 2011

Te quero porque é Amor...


Não te espero, só porque te quero.
Te quero, como sei que eu nunca quis alguém assim.

Não te espero, só porque te quero.
É porque te quero só pra mim...
Te quero na minha vida, na minha paixão.
Te espero, em todos os momentos e não só na solidão.

(Celi Luzzi)

domingo, 6 de março de 2011

Fascine-se com o universo da literatura


Literatura Fascinate: "literafascinando” a qualquer geração".
Resenha perfeita retirada do blog O SENTINELA.

Como vocês sabem, eu sou um viciado em blogs, adoro o universo da blogosfera, pois é neste campo vasto que muitas pessoas depositam seus pensamentos escritos em um solo muito fértil, o da internet, que tem proporcionado, a muitos, grandes surpresas e encantos.
E foi em uma dessas minhas divagações “bloguísticas”, que encontrei uma página muito, muuuuuuito, interessante. Refiro-me ao blog Literatura Fascinante, que também tem um twitter (@literatuitando) para aqueles que quiserem seguir.
A proposta principal desse blog é unir todos os apaixonados pelo universo das letras, bem como atrair, enfeitiçar, encantar, conquistar e amarrar novos apaixonados. É uma proposta muito boa para aqueles que procuram um momento de ócio construtivo, ler o Literatura Fascinante é uma experiência ímpar.
O que mais me chamou a atenção, é que o autor do blog não se prende a um cânone literário que encara como literatura apenas os grandes nomes, como Camões e Machado de Assis, esquecendo-se de que grandes escritores e grandes clássicos surgem em todas as épocas e circunstâncias, vide Harry Potter, que já se tornou um clássico contemporâneo da literatura infanto-juvenil. O Literatura Fascinante consegue unir J.K. Rowling, Pablo Neruda, Pedro Bial, Caio Fernando Abreu, Ferreira Gullar, Luís Fernando Veríssimo, Moacyr Scliar e Clarice Lispector em um mesmo ambiente, numa mesma teia de emoções e sentimentos únicos, “literafascinando” a qualquer geração, a qualquer tipo de leitor e atingindo a todos com a sensibilidade de quem sente o que realmente é literário. O Literatura Fascinante criou essa teia de sensibilidade e está, cada vez mais, prendendo novos leitores, unindo-os a antigos leitores e propagando a arte literária na internet (que hoje é o maior veículo de textos no mundo).
Lá você encontra “toda a magia da literatura em um só espaço”, vale a pena conferir este blog. É um blog para apaixonados por literatura. Entrem, leiam, sigam e fascinem-se com o que há de mais verdadeiro na literatura.


Resenha escrita por Egberto Vital

Quem somos nós? | Paula Taitelbaum

"Quem somos nós que vivemos de desatar os nós das gargantas e juntar esperanças e procurar saídas e levantar bandeiras e adiar partidas. Quem somos nós que dizemos sim querendo dizer não e que balançamos as idéias quando alguém pede perdão. Quem somos nós feitas de emoções, intenções, intuições, mas que também dizemos palavrão quando não cabe uma canção. (...) Quem somos nós que temos muitos colos, calma e paciência, mas que muitas vezes perdemos isso em busca da própria existência. Quem somos nós que desejamos muito mais do que carinho, comida, teto e paz. Que olhamos pra frente sem nunca deixarmos de olhar pra trás. Quem somos nós aqui, neste exato presente? Folha, galho, raiz ou semente? Quem somos nós, além de sermos gente?”

(Paula Taitelbaum. Trecho retirado de seu livro, “Mundo da Lua.")

sábado, 5 de março de 2011

Consonâncias | Vinícius Dill Soares

Nessa procura
Pela palavra perfeita
Pela rima completa
Pelo poema mais lindo do mundo...

Encontrei você

Que até não rima com amor
Não rima com verão
Não rima com noite estrelada,
Mas rouba minha sensatez
Minhas noites de sono
Minha paz, já não mais desejada.




(Este poema é de autoria do redator do Literatura Fascinante, o poeta Vinícius Dill Soares, e foi retirado de seu blog, o Meu Amigo Poeta. Contato com o autor via twitter: @GarotodasLetras e @MeuAmigoPoeta.

sexta-feira, 4 de março de 2011

O Quebra-cabeça da Vida | Martha Medeiros
















Tudo o que nos fez feliz ou infeliz,
serve pra montar o quebra-cabeça da nossa vida, 
um quebra-cabeça de cem mil peças.

Aquela noite que você não conseguiu parar de chorar, 
aquele dia que você ficou caminhando sem saber para onde ir, 
aquele beijo cinematográfico que você recebeu, 
aquela visita surpresa que ela lhe fez, o parto do seu filho, 
a bronca do seu pai, a demissão injusta, 
o acidente que lhe deixou cicatrizes, 
tudo isso vai, aos pouquinhos, formando quem você é.
Não há nenhuma peça que não se encaixe.
Todas são aproveitáveis.
Como são muitas, você pode esquecer de algumas, 
e a isso chamamos de "passou"...

Não passou!!  Está lá dentro, meio perdida, 
mas quando você menos esperar, 
ela será necessária para você completar o jogo e se enxergar por inteiro."

















(Martha Medeiros)

quinta-feira, 3 de março de 2011

Canção Excêntrica | Cecília Meireles

Ando à procura de espaço
para o desenho da vida.
Em números me embaraço
e perco sempre a medida.
Se penso encontrar saída,
em vez de abrir um compasso,
protejo-me num abraço
e gero uma despedida.

Se volto sobre meu passo,
é distância perdida.

Meu coração, coisa de aço,
começa a achar um cansaço
esta procura de espaço
para o desenho da vida.
Já por exausta e descrida
não me animo a um breve traço:
- saudosa do que não faço,
- do que faço, arrependida.

(Cecília Meireles)


















quarta-feira, 2 de março de 2011

Dois Amantes | Pablo Neruda















Dois amantes felizes não têm fim nem morte (...)
São eternos como é a natureza.



(Pablo Neruda)



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...