quinta-feira, 7 de abril de 2011

Rosa de Hiroshima | Vinicius de Moraes

Pensem nas crianças
Mudas telepáticas
Pensem nas meninas
Cegas inexatas
Pensem nas mulheres
Rotas alteradas
Pensem nas feridas
Como rosas cálidas
Mas, oh, não se esqueçam
Da rosa da rosa
Da rosa de Hiroshima
A rosa hereditária
A rosa radioativa
Estúpida e inválida
A rosa com cirrose
A anti-rosa atômica
Sem cor sem perfume
Sem rosa, sem nada


(Vinicius de Moraes)


Nesse dia em que estamos todos consternados com a tragédia na escola no Realengo, prestamos nossa singela homenagem a todas as vítimas e familiares, com a publicação  desse poema escrito pelo Poetinha, para lembrar do episódio das bombas nucleares em Hiroshima e Nagazaki, no Japão, durante a Segunda Guerra Mundial. O cenário não é o mesmo, mas a dor da perda e o sentimento de comoção é igual, ou até mesmo maior. 

21 comentários:

  1. É uma dor irreparável.
    O Poetinha sabe onde nos tocar.

    ResponderExcluir
  2. Eu participei de um espetaculo '' Musica memoria do tempo no coração de um Brasil'' e tinha uma cena onde falava-se da guerra e do ataque a Hiroshima e Nagazaki. É mesmo muito triste lembrar de tudo o que aconteceu.A nossa esperança é que o mundo aprenda com seus erros e não cometa-os de novo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa! Eu tbm!!! E tbm participei da cena da Rosa de Hiroshima.

      Excluir
  3. Gostei do blog, postagens inteligentes e úteis e o template convidativo, espero que seu blog cresça mais e mais...

    se puder Segue o meu tbm

    http://temtudomega.blogspot.com
    dicas, tutoriais e downloads diversos


    Ganhe dinheiro para fazer buscas na web, o Google não paga, mas a Wibi paga, acesse e confira: http://www.wibi.com.br/cadastro/?amigo=88250

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. ooi tudo bem ? , como faço para mandar frases ? meu twittr é @JadsonE , obrigado pela atenção !

    ResponderExcluir
  6. amei esse blog, temos q ficar solidários e conscientes sobre a realidade... e inclusive nos expressar artisticamente sobre isso! Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Quando eu li esse livro eu fiquei fascinada por esses versos!
    Li e reli várias vezes!
    Amei o blog *-*

    Beijocas, hi-books.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. São duas covardias que não se pode esquecer.
    Abraços de Luz.

    ResponderExcluir
  9. O mais impressionante é ver depois da tragédia, os vídeos que o assassino gravou antes de cometer o crime. Que Deus abençoe as famílias de Realengo.

    http://raquellribeiro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Bastante impressionante.
    Seguindo você, segue de volta?
    Feliz páscoa!

    ResponderExcluir
  11. Passe lá no meu site. Eu já estou te seguindo, tô dentro. Se gostar, me siga.
    Seja bem-vinda, a minha casa é toda sua. Felicidades, hoje, amanhã e sempre.
    Mega abraço,
    João.
    www.ludugero.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Fantástico este blog. Não conhecia e fiquei surpreso... Seguirei...Abraços

    ResponderExcluir
  13. Sigo e admiro muito tudo que vc escreve! Se puder me dar uma força e seguir meu blog tbm fico mto grata =) Parabens!

    ResponderExcluir
  14. Olá!!!!
    Encontrei teu twitter de frases literárias, gostei muito e já estou seguindo. Por meio dele achei teu Blog, que por sinal é muito bacana e fiz-me seguidora.

    Convido-te para visitar meu espaço:
    http://nellsantos.blogspot.com/

    Grande abraço!!!!!

    ResponderExcluir
  15. Olá fiz um novo Blog gostaria muito de saber a sua opinião sobre ele

    http://aleitoracassia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. olaaaa mis queridos essse texto e muito lindooooo e triste que peninha

    ResponderExcluir
  17. Olá, adorei a ideia de publicar trechos especiais de livros... adorei o blog!

    ResponderExcluir
  18. Nada haver! Tragédias totalmente desproporcionais!

    Já o poema. Não há o que comentar. Inexato!

    Como todas as tragédias!

    ResponderExcluir
  19. REGULAMENTO DO “IX CONCURSO PLÍNIO MOTTA DE POESIAS”
    A Academia Machadense de Letras (Machado-MG / Brasil) comunica a realização em novembro de 2013 de seu IX Concurso de Poesias. As inscrições encerram-se no dia 14 de outubro (2013). Para as poesias de outras cidades daremos uma semana após o prazo de inscrição para que as cartas cheguem.
    O tema é livre.
    A taxa de R$5,00 pode ser enviada (no endereço indicado no regulamento) no primeiro envelope juntamente com as 06 cópias da poesia concorrente.
    Para receber gratuitamente o regulamento em arquivo PDF, entre outras informações, favor entrar em contato através do e-mail: machadocultural@gmail.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...